Oi, Ana!

Obrigado pela resposta. Eu já imaginava que vocês não criam nesse monopólio, e foi justamente por isso que estranhei tom de alguns trechos.

Concordo que a hashtag não é propriedade exclusiva do BLM, mas creio que no nosso contexto atual é praticamente impossível usá-la sem fazer referência (intencional ou não) ao movimento - assim como é impossível usar uma bandeira de arco-íris sem remeter ao movimento LGBT.

Gosto da ideia de tentarmos "redimir" símbolos e frases pra resgatar seu significado correto, que é mais amplo que o uso específico do movimento X ou Y. Mas acho que reproduzir indiscriminadamente o símbolo ou frase não é o caminho. E nesse ponto eu concordo com vc, é preciso irmos mais fundo no assunto. Espero aprender mais.

Um abraço!

Written by

Cristão, designer e amante da teologia. Também escreve no Coruja Teológica ().

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store